Pesquisas

CRESCO by Sodalitas: um projeto de sustentabilidade

CRESCO by Sodalitas: um projeto de sustentabilidade


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

O projeto CRESCO no Município de Gorgonzola

Crescimento compatível com CRESCO é o projeto iniciado em 2010 por Fundação Sodalitas com o objetivo de criar uma aliança inovadora na Itália entre empresas, municípios, cidadãos e universidades para passar de um sustentabilidade predicado a um sustentabilidade praticado.

CRESCO é desenvolvido em alguns municípios em alta sustentabilidade ambiental, que leva o título de Ilha CRESCO. Através de um acordo com o Município - Prefeito e Conselheiros competentes - e com o envolvimento dos atores locais, o projeto foca nas intervenções mais eficazes para cada território específico, e identifica as empresas a serem envolvidas entre os participantes do projeto.

As intervenções são desenvolvidas com a contribuição científica de Politecnico di Milano, que também apóia a medição do impacto gerado por CRESCO graças às intervenções no território. Até o momento, eles são Isole Cresco il Município de Abbiategrasso (MI), o Município de Calusco d’Adda (BG), em Município de Carugate (MI), o Município de Gorgonzola (MI), o Município de Morbegno (Então o Município de Saronno (VAI).

“A necessidade de promover um desenvolvimento econômico capaz de proteger o meio ambiente e seus recursos não pode ser preocupação de apenas alguns indivíduos e de algumas grandes empresas”, afirmou. Alexandre Beda, Gestor de projeto CRESCO para a Fundação Sodalitas, como parte do recente “Exposição de Responsabilidade Social Corporativa - Do Dizer ao Fazer”. “É necessário crescer redes integradas de pessoas, empresas e instituições locais que promovam o crescimento de um conhecimento partilhado de sustentabilidade, e o traduzam em comportamentos concretos praticados todos os dias por um número cada vez maior de cidadãos”.

O projeto CRESCO trouxe ao território 15 espetáculos teatrais dedicados aos temas dapoder, doágua e deuses desperdício; 2 rodadas de reuniões Edifício virtuoso aprender a ler as contas de luz ou gás, a fazer o melhor uso dos eletrodomésticos e a isolar sua casa; 1 edição de Competição "Heróis e heroínas da sustentabilidade" para alunos do ensino médio.

o Projeto CRESCO é continuado por Fundação Sodalitas em sinergia com Politecnico di Milano, com o apoio de Região da Lombardia e com a participação de ANCI, Legambiente, Cittadinanzattiva, Fundação Eni Enrico Mattei é Engenharia sem Fronteiras. As empresas parceiras são 27: ABB, Autogrill, Banca Popolare di Milano, Bracco, Coca Cola HBC Italia, Conad Centro Nord, DNV Business Assurance, Edison, Enel, Eni, FIAT Research Center, Filca Cooperative, IBM Italia Foundation, Henkel, Holcim Italia, Indesit Company, Italcementi, Lexmark, Novamont, Osram, Pirelli, Roche Diagnostics, Siemens, STMicroelectronics, Syngenta, Telecom Italia, Vodafone Italia.

Editado porMichele Ciceri

ASSISTA AO VÍDEO DE APRESENTAÇÃO DO PROJETO CRESCO



Vídeo: 5 coisas para ser auto sustentável (Junho 2022).


Comentários:

  1. Kwaku

    Você obviamente estava enganado

  2. Ulrich

    Tenho certeza de que este é o caminho errado.

  3. Dante

    Concordo, opinião muito engraçada

  4. Shaktit

    Algo, então não deixa nada



Escreve uma mensagem